Transtorno de Compulsão Alimentar Pré Operatório e Perda de Peso após Cirurgia Bariátrica

prof

TRANSTORNO DE COMPULSÃO ALIMENTAR PRÉ OPERATÓRIO E PERDA DE PESO APÓS CIRURGIA BARIÁTRICA  

Este texto será dividido em 2 partes e foi baseado no artigo Preoperative Binge Eating and Weight Loss After Bariatric Surgery: A Systematic Review and Meta-analysis , publicado em 2020 na revista Obesity Surgery


    Vários estudos examinaram fatores psicológicos após a cirurgia bariátrica devido ao seu importante papel na manutenção de perda de peso induzida cirurgicamente. A prevalência de Transtornos Alimentares (TA) é ainda maior em indivíduos submetidos à bariátrica do que na população geral e o Transtorno de Compulsão Alimentar (TCA) é o segundo mais comum dos transtornos mentais, ocorrendo em 17% dos pacientes.

       No entanto, pesquisas anteriores produziram resultados conflitantes ao examinar se a presença de TCA em candidatos à cirurgia bariátrica estaria associada a menor perda de peso. Em 2012, uma meta-análise de 4 estudos (412 participantes) com diferentes medidas de avaliação do TCA revelaram que 5,9% dos pacientes tiveram maior perda de peso em 12 meses após a cirurgia.

    Muitos estudos subsequentes investigaram a associação entre o comer compulsivo pré-cirúrgico e a perda de peso com diferentes tempos de acompanhamento pós-cirúrgico. Entre 2.156 participantes do estudo no Multicentro de Avaliação Longitudinal de Cirurgia Bariátrica-2 (LABS-2) realizado em 2019, não houve efeitos significativos do comer compulsivo antes da cirurgia bariátrica como preditivo de menor perda de peso após 7 anos da realização da cirurgia bariátrica.

    O diagnóstico de TCA foi incluído na quinta edição do Manual de Diagnóstico e Estatística de Distúrbios Mentais (DSM-5) e requer a ocorrência de episódios de compulsão alimentar, pelo menos uma vez por semana durante 3 meses. Estes episódios de compulsão são definidos como a ingestão de uma grande quantidade de alimentos em um período muito curto. Além disso, um diagnóstico requer três dos cinco sintomas associados, e são eles: comer muito mais rápido que o normal; comer até se sentir desconfortavelmente cheio; comer grandes quantidades de alimentos quando não sentir fome física; comer sozinho devido ao constrangimento e sentir-se enojado ou muito culpado depois de comer demais.

    Neste contexto, uma revisão sistemática atualizada com meta-análise é necessária para elucidar se os indivíduos com TCA estão em risco de terem menos perda de peso no pós-operatório da cirurgia bariátrica. A presente pesquisa foi assim concebida para avaliar a associação entre Transtorno de Compulsão Alimentar diagnosticado antes da cirurgia bariátrica e perda de peso após a cirurgia. Como objetivos secundários, a pesquisa também objetivou avaliar essa associação potencial de TCA pré-operatório em diferentes tempos de acompanhamento pós cirurgia bariátrica, avaliar se essa associação pode ocorrer em diferentes métodos cirúrgicos, além da prevalência do TCA no pós-operatório.

Esses dados serão apresentados no próximo texto desta série. Não percam!


Revisão técnica: Fellipe Augusto de Lima Souza – CRP: 06/138263

Referência bibliográfica: Kops, N. L., Vivan, M. A., Fülber, E. R., Fleuri, M., Fagundes, J., & Friedman, R. (2020). Preoperative Binge Eating and Weight Loss After Bariatric Surgery: A Systematic Review and Meta-analysis. Obesity Surgery, 1-10.



Card image cap
Intervenções Baseadas em Casais para Adultos com Transtornos Alimentares

Este texto foi baseado no artigo "Couple-Based Interventions for Adults with Eating Disorders", publicado em 2015 no The Journal of Treatment & Prevention

Card image cap
Eventos Internacionais - Junho

Durante todo o ano, diversos eventos nacionais e internacionais relacionados aos transtornos alimentares acontecem em diversos países. Para te manter atualizado, selecionamos, diretamente do site da “World Academy of Science, Engineering and Technology”, as principais conferências que acontecem no mês de Junho de 2021. Confira abaixo:

Card image cap
Compulsão Alimentar e Consumo de Álcool: Uma Revisão Integrativa

Este texto foi baseado no artigo "Binge eating and alcohol consumption: an integrative review", publicado em 2020 na revista Springer.